"REPARTIR COM OS DEMAIS POVOS O QUE TEMOS RECEBIDO COM FARTURA É O QUE DEUS ESPERA DE CADA UM, ESPECIALMENTE SE CONSIDERARMOS QUE ELE NOS ABENÇOA PARA QUE OUTROS TAMBÉM SEJAM ABENÇOADOS POR MEIO DAS BÊNÇÃOS QUE TEMOS ALCANÇADOS."

terça-feira, 19 de outubro de 2010

ARQUIPELÁGO DE VANUATU - PACÍFICO SUL

Perdidas no Pacífico Sul, as 82 ilhas de Vanuatu formam uma das nações menos conhecidas do mundo. Neste paraíso com florestas tropicais densas onde despontam vulcões fumegantes, vive um povo alegre que sabe proteger o que é seu.
Vanuatu é um país da Melanésia, e ocupa o arquipélago das Novas Hébridas. Tem fronteiras marítimas com as Ilhas Salomão, Nova Caledónia, e com as Ilhas Fiji, a leste. A Capital é: Port Vila.
Com uma população de aproximadamente 221.000 habitantes, Vanuatu possui 113 línguas distintas, e inúmeros dialectos. Isso o torna um dos países com maior diversidade cultural na terra.
A melhor coisa em Vanuatu é que se sente seguro e feliz aqui. As pessoas são fantásticas. Elas amam o seu país e desejam que desfrute do seus prazeres. Não há nenhuma pressão, sem vendedores ambulantes, nenhuma pressão para comprar. É tão refrescante.
Vanuatu tem um clima quente e chuvoso – tropical no norte e subtropical no sul. A estação chuvosa é Novembro a Abril, mas súbitos aguaceiros tropicais podem acontecer a qualquer momento. Vanuatu é o país mais propensa a furacões no Pacífico sul.






CURIOSIDADE

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, é um deus no sul do Pacífico. A tribo Yaohnanen de Vanuatu acredita que o príncipe Philip é um ser divino, filho de um espírito da montanha que viajou pelos mares para um lugar distante, se casou com uma mulher poderosa, e retornará à sua terra um dia. O movimento é um tipo de “culto a produtos”, onde as tribos se focam na obtenção de bens materiais trazidos das nações industrializadas. Eles vêem esses materiais avançados como tendo sido criados por espíritos ou ancestrais para eles, e que foram injustamente “apreendidos” por outras nações. A maioria desses cultos a produtos foram iniciados durante, ou logo após, a Segunda Guerra Mundial, quando grandes quantidades de mercadorias eram trazidas pelos militares à região. Quando a guerra terminou e as bases se fecharam, as entregas também terminaram. Então, o que os nativos fizeram? Criaram falsos aeroportos e equipamentos de rádio com cocos, na esperança de atrair mais entregas imitando o que tinham visto. Assim, quando o casal real fez uma visita oficial a Vanuatu em 1974 (levando presentes), a lenda do príncipe Philip cresceu ainda mais. Caso você esteja se perguntando, sim, ele soube do gracejo, e decidiu mantê-lo.




















10 comentários:

  1. que lindo'
    gostei muito, Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Que fofo! *--* Eles são de uma inocência e cultura maravilhosa!

    ResponderExcluir
  3. cara muito legal para voce conhecer esse páís e muito lindo maravilhoso estou encantada com a beleza de vanuatu .e tbm e muito bom para fazer trabalhos sobre ele

    ResponderExcluir
  4. o kiribati em ais giro!!!!!

    ResponderExcluir
  5. eu vou fazer um trabalho deste pais e acho que os vou impressionar!

    ResponderExcluir
  6. FELIZ DESSE POVO QUE VIVE LONGE , MAS BEM LONGE DO BRASIL. IMAGINEM SE ELES APRENDESSEM OS MAUS HÁBITOS DO BRASIL ? JÁ TERIAM SUCUMBIDO A MUITO TEMPO. FELICIDADE DELES , TRISTEZA NOSSA QUE NÃO SABEMOS NEM ESCOVAR OS DENTES , ALÉM DE TUDO MAIS DE RUIM QUE AQUI EXISTE.

    ResponderExcluir
  7. Meu filho está viajando agora para este país. Quero ver todas as fotos.

    ResponderExcluir
  8. Que Deus os proteja,livrando-os da ambição e egoismo de nossa época.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante, faça-o aquí.