"REPARTIR COM OS DEMAIS POVOS O QUE TEMOS RECEBIDO COM FARTURA É O QUE DEUS ESPERA DE CADA UM, ESPECIALMENTE SE CONSIDERARMOS QUE ELE NOS ABENÇOA PARA QUE OUTROS TAMBÉM SEJAM ABENÇOADOS POR MEIO DAS BÊNÇÃOS QUE TEMOS ALCANÇADOS."

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

QUÊNIA - UM PAÍS QUE AINDA NECESSITA DO EVANGELHO

DESAFIOS DE ORAÇÃO PELO QUÊNIA

Louve a Deus pela grande liberdade para pregar o Evangelho desde a independência, pela receptividade do povo e pelo empolgante crescimento da Igreja. Mais de quatro quintos da população afirmam ser cristãos, e os cristãos são encontrados em todos os níveis da sociedade. Ore para que os cristãos tragam a verdade e a moral elevada para a nação, que está à beira de um desastre político, com possibilidades de um colapso econômico e confliitos inter-étnicos. Ore também por uma mudança pacífica e um governo democrático, que reaja às profundas necessidades do povo.

As Igrejas Protestantes e as nativas têm crescido rapidamente, e a proporção dos evangélicos é alta. O Reavivamento do Leste Africano (1948-1960) deixou uma profunda e duradoura impressão nas Igrejas Anglicanas, Presbiterianass e Metodistas. O fogo do reavivamento foi apagado pelo legalismo, pelas divisões, pelo materialismo e pelos conflitos de personalidades. O crescimento subsequente das igrejas evangélicas e pentecostais, tanto as internacionais como as nativas, tem sido grande. Uma das maiores é a Igreja do Interior da África, uma organização filha nascida do considerável esforço missionário da AIM. Poucos paises na África têm sido evangelizados com abrangência maior.

O rápido crescimento trouxe seus problemas:
O nominalismo; O tribalismo e os costumes tribais. A falta de lideres treinados.

POVOS MENOS EVANGELIZADOS DO QUÊNIA
1. Os povos do norte e oeste, a maioria pastoris e animistas
2. Os grandes povos muçulmanos ligados aos Oronto
3. Os nove povos Mijikenda das montanhas costeiras
4. A população costeira Suahili e Árabe
5. Os Somalis no nordeste e nas cidades
6. A comunidade asiática que é muçulmana, hindu, janista, parsee e sikh.





ESTA É A ENTRADA DA CIDADE DE MOMBASA. A MAIS CONHECIDA DO QUÊNIA



1. O Quênia continua a ser uma base sólida e fundamental para o ministéio cristão para a África e para o mundo.
2. O Quênia possui 36% ou 13 milhões de evangélicos, a segunda porcentagem mais alta e semelhante ao número de evangélicos da Europa.
3. O crescimento da visão missionária nas Igrejas do Quênia, um grande trabalho da GCOWE em 1997 na África do Sul e a Consulta Nacional 1998 naquele ano. Este último lançou o movimento Finish the Task 2000 (Termine a Tarefa 2000) para alcnçar 22 dos povos restantes não alcançados do país. Todos estes 22 foram atingidos, e metade estava comprometida em 2000.












As tribos no Quênia

Uma introdução às tribos no Quênia. Aqui também é um artigo geral sobre o povo do Quênia.

Os Masai são a tribo mais famosos não só do Quénia, mas da África como um todo. Tornaram-se um símbolo internacional da vida tribal Africano. Mas eles não são o único: existem entre 40 e 70 tribos, dependendo de como você conta.
Uma razão é que as tribos nunca foram unidades fechadas: língua, cultura e aparência muitas vezes se sobrepõem. Muitas vezes as famílias são compostas por membros de tribos diferentes, e é uma questão de tradição da tribo se uma pessoa é determinada pelos seus pais ou mães de linha. Outra razão é que alguns grupos étnicos são vistos como subtribos e outros como 'main' tribos. Por exemplo, o Rendille, Orma, Boran e tribos Gabbra às vezes são vistos como uma única tribo: o Oromo. Para complicar ainda mais, pessoas diferentes usam grafias diferentes: em vez de Agikuyu Kikuyu ou Gikuky, Kamba, em vez de Akamba.
A separação entre as tribos diminuiu também porque a maioria das tribos adotaram estilos de vida ocidentais. Essa vai especialmente para as maiores tribos: os kikuyu (22%), luo (11%) e Akamba (8%). Os Kikuyu domina a política ea economia. Especialmente os Masai, Samburu Turkana e os povos em grande parte manteve seu estilo de vida tradicional.
Mas a que tribo você pertence ainda é o fator mais importante na vida social. Os partidos políticos, por exemplo, são em grande parte baseadas na tribo e menos em ideologia.











Quem são as pessoas do Quênia?

A alma nacional
O povo do Quénia são muito diversas e incluem a maioria dos grupos linguísticos e étnicos na África. Cerca de 98% deles são africanos. Por causa das tribos, a identidade nacional é bastante fraco, embora a maioria dos governos têm tentado criar uma "identidade queniano.
Quenianos em geral são um povo amigável e descontraído, que apreciam a vida cotidiana. Eles nunca estão ocupados demais para dar tempo para você, e as multidões se reúnem pouco, em nenhum momento se algo extraordinário está acontecendo.


OBSERVEM UM DETALHE. TODAS AS CASAS SÃO COBERTAS COM ESTRUME DE VACA ISTO FAZ COM QUE ELAS SEJAM SEMPRE FRIAS DURANTE O DIA EMBORA MUITO ESCURAS.








As tribos no Quênia

Há entre 40 e 70 tribos no Quênia, dependendo de como você conta. Tribos são baseadas principalmente na linguagem. Eles podem ser divididos em três grupos principais: os bantos que vieram da Nigéria e os Camarões após 400 dC, as tribos Cushitic que vieram do norte da África por volta de 2000 aC, e as tribos do Nilo, que veio do Sudão e do Egipto por volta de 400 dC.
A maioria dos quenianos têm adotado um estilo de vida semi-Oeste, apesar de algumas tribos - especialmente os Maasai, Samburu Turkana e - mantiveram seus estilos de vida tradicionais e as aparências. Os guerreiros orgulhosos Maasai são os mais famosos entre eles. Eles se tornaram um símbolo do Quênia e África tribal de fato como um todo. Consulte as nossas páginas especiais sobre tribos no Quênia e da história do Quênia.






O que a religião não quenianos pertence?

A maioria do povo do Quénia são cristãos, embora o cristianismo é frequentemente confundida com as crenças tradicionais, entre outros, a crença na feitiçaria. A influência árabe na costa resultou em algumas de 6 por cento da população é muçulmana. O restante segue crenças tradicionais, muitas vezes, algum tipo de animismo.





Idioma

Linguagem, porém, é o principal critério para uma tribo. Existem três grupos linguísticos principais em que as tribos no Quênia pode ser dividida:
De língua tribos Bantu:
Central Bantu: Kikuyu, Akamba, Meru, Embu Tharaka, Mbere
Bantu Ocidentais: Kuria, GUSSI, Luhya
Coastal Bantu: Mikikenda, suaíli, Pokomo, Segeju Taveta, Taita
De língua tribos nilóticas:
Planícies Nilotic: Maasai, Samburu, Teso, Turkana Elmolo, Njemps
Highland Nilotic: Kalenjin, Marakwet, Tugen, Pokot, Elkony, Kipsigis
Lago do Rio Nilo: Luo
De língua tribos Cushitic:
Oriental Cushitic: Rendille, Somália, Boran Gabbra, Orma
Sul Cushitic: Boni
No entanto, a maioria dos quenianos falam pelo menos três línguas: a sua língua tribal, suaíli (que se tornou uma "língua franca" entre uma grande parte da África Oriental) e Inglês. Suaíli (ou kiswahili) e Inglês são as línguas oficiais do Quênia.

2 comentários:

  1. Muitoo Booom,Usei esse site para um trabalho e nao me arrependi de ter entrado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OTIMOOOOOO...!!!!! ADOREI FAZER A PESQUISA PARA MEU TRABALHO NESTE SITE!!!!!!!!!!

      Excluir

Seu comentário é muito importante, faça-o aquí.